ENLACES URBANOS Deixe um comentário

Porque operar rotas urbanas com rádio enlaces em lugar de instalações em fibra?

Sempre que a banda passante puder ser atendida por equipamentos de rádio enlace, as vantagens dessa tecnologia são significativas para o tempo e o bolso do provedor. 

No mundo todo percebemos um esgotamento cada vez maior da capacidade das cidades para conexões cabeadas, e uma forte tendência à implantação de estruturas wireless. No Brasil, as frequências de 4,5Ghz, 11Ghz, 15Ghz ou 18Ghz são as mais livres e mais recomendadas para uso em áreas urbanas.

Para cada situação será necessário um estudo entre as possíveis aplicações, por isso reunimos aqui alguns comparativos que podem ajudar nessa definição:

Para montar uma rota em fibra em ambiente urbano, será necessário providenciar:

  • licença ambiental
  • contratação de postes para instalação
  • locação dos postes por todo o período de uso, cada vez mais caros nas cidades, dada a escassez de novos locais
  • risco de elevação não planejada dos custos operacionais, com eventuais aumentos nos valores de locação de postes
  • obra civil para a instalação da fibra, incluindo entrada e saída dos POPs,  repetidoras ou datacenters
  • aprovação para obra em calçadas e instalações subterrâneas e nos empreendimentos de chegada da fibra
  • sobrecarga das redes de cabeamento nas cidades pode inviabilizar a rota desejada ou ocasionar maior demora para localizar o trecho ideal
  • ao precisar alterar a rota, o investimento é perdido, pois fica no local.
  • rotas em fibra podem sofrer com ações de vandalismo e furto dos materiais, interrompendo o link

Se a opção for utilizar uma fibra ativa de um terceiro, as etapas de instalação são eliminadas, mas seu provedor terá:

  • contrato de locação mensal e aquisição do link 
  • dependência das condições comerciais praticadas por esse fornecedor
  • no caso de o fornecedor decidir romper com o contrato, sua estrutura  terá que ser revista, acarretando novos custos. Além disso, a sobrecarga da rede de cabos pode não permitir uma nova instalação naquela rota. 

Na utilização de enlaces urbanos para sua rota, você terá: 

  • agilidade na implantação, pois a instalação é simples e rápida e alguns fornecedores fazem pronta entrega
  • antenas para áreas urbanas são normalmente reduzidas
  • independência dos órgãos de licenças ambientais ou de obras em áreas públicas
  • facilidade para instalação em rooftops, em prédios, permitindo instalar no próprio local do POP ou datacenter
  • custos de obra civil reduzida
  • mobilidade total do investimento. No caso remanejamento de rota, o equipamento é propriedade do provedor e pode ser utilizado em outros locais, o investimento nunca é deixado para trás.
  • independência das condições comerciais de um único fornecedor, pois o enlace pode ser montado em rotas de novos fornecedores

Na instalação de enlaces urbanos, há 3 formas recomendadas para tirar o melhor proveito da tecnologia:

  • Anéis urbanos – Na instalação em anéis, a ligação entre o ponto A-B-C-D(…) recebe um enlace a mais retornando a ligação até o ponto A. Dessa forma, quando há qualquer intercorrência em um dos saltos, os demais assumem o fornecimento de banda até que seja restabelecida a conexão.
  • 2+0 – Na instalação 2+0, são instalados 2 equipamentos na mesma antena para dobrar a capacidade de transmissão. No caso de problema em um dos links, o segundo rádio absorve a demanda como backup.
  • Dupla abordagem – Nas rotas em fibra, em especial em locais com alto índice de furto ou com entrega de links que não podem parar, como hospitais e instituições financeiras, manter uma instalação de rádio enlace como backup é a forma de redundância mais segura.

Na hora de definir sua rota de transporte urbano, consulte as condições do local e a sua necessidade de banda. Lembre sempre que o rádio enlace será um ativo de sua empresa, reduz custos fixos de locação da rota e poderá ser remanejado para outra finalidade sempre que precisar.
É uma tecnologia limpa e de implantação rápida, que traz independência e agilidade para seu provedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *