Sapo Telecom criando novas fontes de receita Deixe um comentário

Começando com segurança



O Rodrigo Campos da Sapo Telecom tinha a ideia de iniciar um projeto despretensioso na Rodoviária de Itapetininga e testar a venda de acessos à internet para os viajantes durante à espera do próximo
embarque. Isso porque, por conhecer a Wi2be e após pesquisar os equipamentos da Ruijie, a Saponet sentiu-se segura para realizar o teste com um pequeno investimento e desde agosto de 2019 a solução vem acumulando resultados positivos.

Desafio
• Levar internet com uma solução robusta e de confiança para locais
públicos.
• Criar uma nova fonte de receita sem grandes esforços e
investimentos.
• Implantação rápida, sem necessidade de obra civil de grande porte.

Solução e equipamentos utilizados

Com 1 Access Point Wireless-RG-AP720L, a Saponet fornece internet para as principais áreas da rodoviária, como por exemplo a sala de espera e o terminal de embarque.

A venda dos vouchers de acesso é feita pelos estabelecimentos dentro da rodoviária – como por exemplo, em lanchonetes, guichês de passagem, bancas de revista – que recebem 20% do valor dos vouchers vendidos para efetuar a comercialização deles.

Para estar presente na Rodoviária, a Saponet provê gratuitamente o link de internet para a administração, ou seja, efetua toda a operação junto aos estabelecimentos credenciados.

Sapo Telecom: Resultados e planos futuros



Durante a negociação com a rodoviária, foi fundamental deixar clara a importância de um provedor experiente para o fornecimento de internet. Além disso, a administração do local avalia o quanto pode rentabilizar com a exploração do serviço e nem sempre lembra dos custos operacionais para isso.

Por isso, iniciar a parceria com uma proposta de ganha ganha. E a garantia de serviço sem dores de cabeça é o ponto chave para o fechamento.

Além disso, dos clientes corporativos com assinaturas mensais que a Saponet possui na rodoviária. A venda de vouchers chega a atingir de 30 a 80 vouchers por dia, ao valor de R$ 5,00 por hora de acesso.
Portanto, Já existe um projeto para levar Wi-Fi com 5 APs nas praias de São Paulo. Principalmente para aproveitar essa época de alta temporada no verão.

Veja Também:

gerenciamento de nuvem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *